No último dia 21 de março deu início à segunda fase de vacinação contra a peste suína clássica no estado de Alagoas, essa etapa estende-se até 30 de abril, e a estimativa é que sejam vacinados mais de 120 mil suínos.

Também conhecida como febre suína, a PSC (Peste Suína Clássica) é uma doença viral, altamente contagiosa e que afeta somente suínos, não sendo transmissível a humanos. Os principais sintomas nos animais são febre alta, lesões avermelhadas na pele, conjuntivite, falta de apetite, fraqueza, diarreia e aborto.

“O suinocultor enfrenta um momento muito complicado nos últimos meses, com alto custo de produção e baixo preço de venda, é uma das piores crises da suinocultura brasileira. Para que esta crise não seja agravada por questões sanitárias, o Mapa e a iniciativa privada trabalham em conjunto para salvaguardar a atual zona livre de PSC e para prevenir outras doenças importantes para a suinocultura”, explica o diretor do Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária, Geraldo Moraes.

www.laafersuinos.com.br